Juventude encontra a experiência: estudantes-atletas conhecem jogadoras da seleção brasileira de vôlei em Uberlândia

Publicado em 14/08/2019

Imprimir  

A jogadora Gabi Guimarães recebeu com muita simpatia as estudantes-atletas do município de Arantina.
Crédito da foto: Marcelo Sant Anna

Quando saíram dos municípios de Cruzília e Arantina rumo a Uberlândia para disputar a etapa estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais – JEMG/2019, as estudantes-atletas Ana Carolina Leontino e Marina Costa não imaginavam que realizariam um grande sonho. Além de competir pelo ouro no voleibol feminino do JEMG/2019, elas viveram um dia inesquecível e puderam conhecer seus ídolos no esporte.

Durante a semana de realização dos Jogos Escolares, a seleção brasileira feminina de vôlei também estava em Uberlândia para a disputa do pré-olímpico, competição classificatória para as Olimpíadas Tóquio 2020. Entre os 6.500 estudantes-atletas participantes do JEMG/2019, Ana Carolina e Marina Costa foram algumas das jovens premiadas para acompanhar o treino da seleção. Tudo isso só foi possível por meio da Federação Mineira de Vôlei (FMV), com o apoio do presidente Tomás Mendes e toda a equipe.

Na arquibancada da Arena Sabiazinho, o olhar fixo nas jogadoras da seleção era a demonstração que Ana Carolina e Marina não acreditavam no que estavam vivendo. Numa mistura de sentimentos, elas não queriam perder nenhum detalhe. Após uma hora de treino, as alunas foram até a quadra, tiraram fotos e bateram papo com as jogadoras.

Crédito da foto: Marcelo Sant Anna

“Estou super emocionada. A gente veio de muito longe e é a nossa primeira vez no JEMG. É sensacional estar aqui. Um dos melhores dias para todas nós atletas. O JEMG será um momento inesquecível. Esse é o primeiro passo para alcançar meus objetivos. Minha mãe vai adorar, logo ela que assiste muito a nossa seleção. Ela vai amar saber que eu estive aqui e conheci as meninas”, destacou Ana Carolina, da Escola São Sebastião, de Cruzília.

“É muita emoção ver elas de perto. É um privilégio. É uma inspiração para a minha vida”, comentou Marina Costa, da Escola Municipal Zara de Paula, de Arantina. Seu professor e técnico Juracir Carvalho, que disputa o JEMG há muitos anos, também estava presente. “Este é um momento único. Um privilégio. É muito importante e bacana. Nós da equipe de Arantina estamos tendo hoje a oportunidade de realizar este sonho. Ver um treino da seleção. Ver as meninas de perto. Show de bola. Só tenho a agradecer”, disse.

Juventude e experiência

Referência para os jovens que almejam se tornar profissionais do voleibol, a ponteira Gabriela Guimarães foi uma das jogadoras da seleção brasileira que receberam as estudantes-atletas. Hoje multicampeã no esporte, Gabizinha começou na modalidade aos 14 anos, quando estudava no Colégio Pitágoras em Belo Horizonte.

“Também tive essa experiência, participando de jogos escolares e viajando para os estaduais. Tive oportunidade de fazer um teste em um clube e aí tudo começou. Foi muito rápido. O recado que eu tenho é que não desistam do sonho de vocês. Muito trabalho, foco, determinação. Com certeza vocês vão conseguir atingir os objetivos. Estou torcendo muito pelo sonho de vocês”, ressaltou Gabi, eleita melhor ponteira do Sul-Americano de Clubes de 2019 e do Campeonato Mundial de Clubes 2018.

Crédito da foto: Marcelo Sant Anna

Outra fonte de inspiração é a levantadora Macris Carneiro, atual MVP da Superliga Brasileira A 2018-2019. Muito atenciosa, ela também tem história em competições escolares.

“É muito gratificante. Um dia a gente estava lá. Participei dos Jogos Escolares também. Meu início na juventude sempre tentando lutar, batalhar. Então é bonito de ver vocês batalhando e seguindo o caminho para um dia chegar no profissional. Que persista muito. Treine bastante e siga sempre com disciplina”, observou Macrís.

Gabi e Macrís foram fundamentais para a seleção feminina brasileira de voleibol vencer os três jogos em Uberlândia e garantir a classificação para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

O JEMG é uma ação realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDESE), por meio da Subsecretaria de Esportes, e pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). A execução é de responsabilidade da Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais (FEEMG).

Comentários estão fechados

Inscrições

Faça sua inscrição, gerencie os dados de seu município, escolas e atletas.

Acesse o sistema aqui