Minas Gerais fecha a participação nas Paralimpíadas Escolares com 75 medalhas. Confira a lista dos medalhistas em São Paulo!

Publicado em 27/11/2019

Imprimir  

Time mineiro da Bocha garantiu medalhas e o 3º lugar geral na modalidade. Crédito da foto: Philippe Hipólito

Esporte é movimento. Movimento que transforma! As Paralimpíadas Escolares 2019, realizada em São Paulo, foi mais uma vez um evento grandioso para toda a comunidade paralímpica. As disputas na capital paulista inspiraram os mais de 1.200 estudantes-atletas, além de staff, professores, coordenação e árbitros. A competição foi realizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), entre os dias 18 e 23 de novembro.

A delegação mineira teve desempenho superior ao ano passado, alcançando o 5º lugar geral da classificação entre os 26 Estados mais o Distrito Federal. Os representantes mineiros conquistaram 75 medalhas (29 de ouro, 26 de prata, 20 de bronze). Em 2018, foram 63 medalhas conquistadas.

Minas Gerais  disputou a competição nas modalidades de atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, natação, parabadminton e tênis de mesa. Foram mais de 70 estudantes-atletas representando as tradicionais cores da bandeira de Minas nas Paralimpíadas. Alguns estudantes-atletas mineiros foram selecionados pela coordenação técnica do CPB para o Camping Escolar Paralímpico 2019, projeto que promove semanas de treinamento intensivo e de alto rendimento para os contemplados.

Muitas medalhas e recordes batidos

Na bocha e no tênis de mesa, esportes que exigem muita concentração, Minas Gerais conquistou os troféus de 3º lugar geral de eficiência. O técnico e professor do tênis de mesa, Bruno Dorneles, destacou a força do estado na modalidade. “Mais uma vez conseguimos conquistar várias medalhas, com todos os nossos atletas conquistando medalhas. O diferencial foi a dedicação que trabalhamos com os meninos, tanto eu em Patrocínio, quanto a Thamyris em BH. Estamos desempenhando este trabalho há bastante tempo”, disse.

Atletismo foi a modalidade com mais medalhas para Minas Gerais. Crédito da foto: Philippe Hipólito

O atletismo foi a modalidade com mais medalhas, totalizando 43 medalhas e muitos recordes batidos. O estudante-atleta Abner Matheus, da APAE de Timóteo, ficou com o ouro e quebrou a marca nacional no arremesso de peso (F20 sub-18), com a marca 11.06. “Valeu a pena, foi muito treino todos os dias e o professor pegando no meu pé. É isso aí. Estou muito feliz. É muita emoção. Meu coração está a mil”, revelou o jovem promissor no atletismo.

Quem também curtiu muito participar deste imenso evento esportivo foi a Sarah Miguel dos Anjos, do Centro Pedagógico Alegria de Viver, de Montes Claros. Ela era a única representante mineira no parabadminton e também subiu do pódio do Centro de Treinamento Paralímpico. “É muito bom treinar, competir e ver os resultados. Eu amei o evento, é muito legal. Eu queria mais dias de competição. Quero voltar muito no ano que vem”, comentou a medalhista de prata.

Clique aqui e confira a lista dos medalhistas mineiros nas Paralimpíadas Escolares 2019.

Comentários estão fechados

Inscrições

Faça sua inscrição, gerencie os dados de seu município, escolas e atletas.

Acesse o sistema aqui