Basquetebol: Garra e motivação estão na bagagem das equipes que viajam para os Jogos Escolares da Juventude, em Cascavel

Publicado em 30/08/2019

Imprimir Download PDF  
Download PDF

O time feminino da Escola Estadual Américo Dias Pereira, de Três Corações, foi campeão do JEMG/2019, módulo II.
Crédito da foto: Marcelo Sant Anna

Dinâmica, precisão e intensidade. Essas são algumas das principais características do basquetebol, modalidade que será disputada na etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude – JEJ/2019. A competição nacional será realizada entre os dias 2 e 6 de setembro no município de Cascavel, no Paraná.

A etapa regional Sudeste (Regional Amarela) será disputada por Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Os dois primeiros colocados estarão classificados para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau-SC, entre os dias 16 e 30 de novembro.

Minas Gerais estará representada na etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude com quatro equipes de basquetebol (módulos I e II, masculino e feminino). O passaporte para Cascavel-PR foi carimbado com a conquista do título dos Jogos Escolares de Minas Gerais-JEMG/2019.

Ao longo das últimas edições, o JEMG revelou atletas de destaque no basquetebol nacional e internacional. Entre eles estão o armador Raulzinho Neto e o pivô Cristiano Felício, que atualmente disputam a NBA, principal liga de basquete do mundo.

Tradição e novidade

Crédito da foto: Marcelo Sant Anna

A experiência fez a diferença para Escola Municipal José Serafim, de Lavras. Pela quinta vez, a instituição conquistou o JEMG e a vaga para os Jogos Escolares da Juventude. A tradição da escola em competições esportivas vem de um projeto fundamental para uma comunidade carente da cidade. O idealizador do projeto “Arremesso para um Novo Horizonte” e técnico da equipe de basquetebol no módulo I, professor Ricardo Pacheco, explicou que as estudantes-atletas são muito determinadas.

“Criamos o projeto há 13 anos e é o quinto brasileiro que nós vamos. A experiência conta muito. O mais importante do nosso time é a técnica individual de cada uma e a determinação. Por virem de uma situação de risco, elas valorizam a competição por ser uma chance única na vida. Era o sonho delas desde quando começamos a treinar no início do ano. Estão ansiosas e confiantes”, ressaltou.

Quem está indo pela primeira vez para os Jogos Escolares da Juventude é o Colégio Eccelente, de Belo Horizonte, com o time masculino de basquetebol, módulo I. Para o coordenador de esportes do Colégio, professor Mateus Hamdan, a expectativa de disputar a competição contra equipes de outros estados é a melhor possível.

“A empolgação é grande. Além de representar o Colégio, estamos representando Minas Gerais. É uma ótima oportunidade tanto para os atletas, quanto para a comissão técnica. Além disso, os nossos alunos também têm a chance de seguir a carreira profissional”.

Oportunidade

No módulo II, o time feminino da Escola Estadual Américo Dias Pereira, de Três Corações, foi campeão do JEMG/2019.  A estudante-atleta, Aynã Sicaweja, de 17 anos, é a pivô da equipe, que está invicta neste ano.

“A expectativa é alta porque a gente batalhou muito para isso. É o meu último ano e de muitas outras jogadores do time. Foi a primeira vez que ganhamos o JEMG. A cidade inteira estava na torcida. Recebemos muita motivação e conseguimos voltar com o título para casa. Que a gente possa continuar com garra para conseguir a vaga para a etapa nacional”, disse Aynã.

Crédito da foto: Henrique Chendes

Outro campeão do JEMG pela primeira vez é o jovem Pedro Reis, ala-armador da equipe do Instituto Padre Machado, de Belo Horizonte. O estudante-atleta, de 17 anos, valorizou a oportunidade de aprendizado.

“Estava faltando o título do JEMG para mim. Foi muito bom conseguir essa vitória e a vaga para os Jogos Escolares da Juventude. É uma oportunidade viajar, conhecer outras pessoas e os níveis de basquete dos estados. E também me divertir, jogar, me desenvolver como atleta. Creio que vai ser uma competição bem forte e espero fazer um bom campeonato, elevar o meu nível, socializar e compartilhar a nossa cultura”, destacou Pedro Reis.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil – COB. Clique aqui e confira a lista dos convocados para a etapa regional em Cascavel-PR.

Comentários estão fechados

Inscrições

Faça sua inscrição, gerencie os dados de seu município, escolas e atletas.

Acesse o sistema aqui